Esse joelho maldito: Stan Wawrinka, o campeão que superou a sombra de Roger Federer, mas sofre de lesões

posted in: Tenis | 0

MELBOURNE.- Stan Wawrinka é tão talentoso que, devido a seu próprio mérito e ótimos resultados, deixou de ser “o outro suíço” que cresceu à

sombra da grande lenda esportiva de seu país, Roger Federer. Com um backhand de uma mão explosiva, espírito vitorioso e pulsação do cirurgião, o jogador nascido há 32 anos em Lausanne construiu uma carreira invejável: três Grand Slam (Austrália 2014, Roland Garros 2015 e US Open 2016), a Copa Davis (2014) , medalha de ouro olímpica em duplas em Pequim 2008, número 3 no ranking. Em resumo, ele foi um dos poucos que conquistou grandes títulos na era do Quarteto Fantástico (além de Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray).

Mas hoje, Wawrinka está sofrendo de tênis. Duas cirurgias em seu joelho esquerdo (ele reconstruiu a cartilagem de sua articulação) realizadas há pouco mais de cinco meses o deixaram maltratado; pelo menos foi assim que ele foi visto nos dois jogos que disputou no Aberto da Austrália. Ele venceu o lituano Ricardas Berankis e caiu na segunda rodada contra o americano Tennys Sandgren (97º do mundo) por 6-2, 6-1 e 6-4. No entanto, além da derrota, Wawrinka exibiu grandes limitações para se movimentar. Até mesmo mancando. É triste ver um grande campeão com tantas limitações.

Leave a Reply